GerbilECia no Insta

Como criar Besouro do Amendoim - Alimento Vivo



BESOURO DE TENEBRIO X BESOURO DO AMENDOIM

Todo mundo conhece as larvas de tenebrio, né? Larvas gordinhas de um besouro preto, que servem de alimentação natural e petisco para animais domésticos ou exóticos. Aves, roedores, lagartos, tartarugas, elas são uma das opções de alimento vivo para vários animais, e também são vendidas secas em saquinhos (mas ai possuem menos proteínas que as vivas).


Aqui tem uma foto dos 3 estágios principais do tenebrio, larva, pupa e besouro.


As larvas tem mais nutrientes e por isso são mais usadas como alimento. Algumas pessoas dizem que não se pode dar os besouros como alimento, mas isso é mentira. Dizem que eles têm quitina demais e isso faz mal, mas as baratas e grilos usados como alimento vi o também tem muita quitina e não existe problema nisso. Então você pode dar para os bichos tanto as larvas quanto os besouros.

Mas aí vem a parte chata, ou se compra as larvas secas, ou se compra poucas unidades, ou se cria em casa. Tenebrios servem para alimentar muito animais, mas não é muito fácil de cuidar. Precisa dar uma opção de comida úmida para eles beberem água, mas se puser demais eles morrem e dá fungo que mata os ovos e larvas... Precisa por vários farelos diferentes para a forração da caixa, como aveia, comida de codorna, comida de coelho, germem de trigo, etc.... Enfim, muita gente compra e mata tudo em menos de um mês! Quando não, começa a dar errado e os ovos não vingam. Daí os besouros morrem e não tem larvas nascendo, a criação termina.

Mas os besouros do amendoim são muito mais fáceis de criar! É fácil de alimentar, de manter e de proliferar. A criação cresce bem rápido e não tem perigo das larvas acabarem. As únicas diferenças é que eles são bem menores que o besouro de tenebrio e que ao invés de dar a larva, você oferece o besouro para os animais. (As larvas são pequenas demais)

CRIANDO O BESOURO DO AMENDOIM


Estágios do Besouro: São depositados ovos, que são quase invisíveis, deles saem larvas minúsculas, que começam a crescer. Nesse estágio a larva já comeu tudo o que precisava e já armazenou toda a proteína que pode. Ela vai então ficar paralisada e virar uma pupa (estilo um casulo), de onde sairá o besouro tempos depois. O besouro nasce clarinho, amarelo ou marrom, e na fase adulta fica preto.

Foto dos 3 estágios principais:


RECIPIENTE ADEQUADO
O lugar para se criar besouros do amendoim não precisa ser um pote muito fundo. Eles irão ficar todos na superfície, então quanto mais espaço tiver, melhor. Basta fazer alguns furos na tampa, pois eles não irão escalar as paredes do pote para fugir e também não voam. As larvas ficam no fundo, onde está a "farofa" de restos de alimento, dejetos e ovos. Sugestão de pote, uma tuppware pequena, uma embalagem descartável de doce ou um pote de sorvete.

ALIMENTAÇÃO 
São besouros do amendoim, vivem de comer apenas amendoim! Você pode colocar um pouco de aveia se quiser, mas no geral basta por alguns amendoins com ou sem casca (os com casca eu costumo quebrar para eles entrarem). É necessário apenas que de 2 em 2 semanas você dê um alimento úmido. Pode ser um pedaço de batata-doce, uma casca de banana, de outras frutas ou verduras... Algo úmido para que eles não fiquem desidratados. 


No dia seguinte você precisa retirar o que sobrou do alimento úmido, para que não dê fungo ou mofo. Quando eles comerem todo o alimento úmido e sobrar apenas aquela casca preta seca, pode deixar a casca ali na colônia.

QUANDO MUDAR DE POTE
Se você ficar com poucos besouros, eles não terão força suficiente para virar os amendoins e isso pode ocasionar o mofo na "farofa" do fundo. Quando isso ocorre, a areia do fundo, onde tem as larvas e os ovos, vai grudar. É a hora de mudar de lugar a sua colônia. 

Retire todos os pedaços mofados de comida.


Não jogue fora, pois dali ainda irão sair vários ovos. Apenas retire a parte mofada e deixe em um recipiente.

Em um pote novo, comece a colocar os amendoins sem mofo, os besouros, larvas e pupas que vc localizar. Pronto! Coloque amendoins novos e está formada sua nova colônia! Detalhe para as cascas pretas na foto, que são as bananas que eles comeram totalmente.


O que sobrar no pote velho, seria a farofa grudada e úmida, com mofo e esverdeada. Deixe ela nesse pote velho e mantenha ele sem tampa por 2 semana, para secar bem a farofa. Na foto o que se vê são besouros velhos mortos.


Nesse "lixo" de farofa tem muitas larvas minúsculas e ovos. Então em 2 semanas você pode retirar os besouros ou larvas grandes que encontrar, colocando eles no pote novo da colônia. 

Na foto abaixo, colônia no pote novo e o pote antigo com a farofa mofada.


Quanto mais besouro você tiver, mais difícil será mofar a farofa, já que eles poderão virar bastante os amendoins e irão comer os alimentos úmidos muito rápido, não dando chance de criar mofo ou fungo.

TIRANDO COLONIAS A PARTIR DA SUA
Se você cuidar direitinho, dando sempre bastante amendoim e retirando o lixo quando aparecer mofo, sua colonia vai crescendo muito rápido. 

Quando sua colonia tiver muitos besouros, eles irão todos ficar por cima dos amendoins. Nesse momento você já pode pegar uma parte deles e entregar para outra pessoa ou apenas criar uma segunda colonia. 


Pegue um potinho e coloque amendoins novos, depois pegue alguns amendoins que tenham vários besouros e coloque lá dentro. Pelo menos 15 besouros são necessários para que a nova colonia funcione. Vc pode pegar um pouco da farofa e colocar no seu novo potinho também, pois estará colocando ovos e larvas pequenas. 

Nesse momento é importante não usar nenhum besouro como alimento, para que eles possam reproduzir e por ovos logo, criando a colonia de vez. 

COMO CONSEGUIR BESOUROS DO AMENDOIM OU TENÉBRIOS?
Você precisa encontrar alguém que crie eles e pegar uma colonia inicial. Algumas petshops vendem os dois tipos de besouro e inclusive potes de madeira preparados para a criação. Mas um modo fácil de conseguir é comprando pela internet, onde as larvas vem pelo correio. Criadores de aves costumam criar os besouros do amendoim além dos outros insetos para alimentação viva. 


AQUI TEM UM VÍDEO MOSTRANDO MINHA COLÔNIA!


Texto e Fotos: Vivian Roncon
Vídeos em vivianroncon85