Pesquise Aqui!

Custom Search

Respeite o Blog!

O conteúdo aqui encontrado foi escrito por mim, com base em muito estudo, conversa com criadores brasileiros e estrangeiros, consultas com veterinários e com especialistas em roedores e animais exóticos. Nos meus artigos eu passo um pouco da experiência que adquiri desde 2003 criando esquilos da mongólia, então não roube o meu material, pois isso é crime. O intuito aqui é ajudar os gerbils e seus donos! ^_^

Vocês está pronto para ter Esquilos da Mongólia?

Ter uma dupla ou mais gerbis embora seja divertido, requer muita responsabilidade. Assim como qualquer outro animal de estimação eles têm necessidades específicas que precisam ser pensadas e respeitadas. 
Reflita antes de comprar um gerbil (ou qualquer outro tipo de animal de estimação). Você está realmente pronto para tutelar estes animais? Sabe quais serão suas responsabilidades? Você já conhece esta espécie? Está pronto para enfrentar eventuais problemas? Pense nisso.

 
A partir do momento em que você os leva para a sua casa, estes animais estarão sob sua responsabilidade, por isso antes de pensar nos sexos ou nas cores de seus animais, responda as seguintes perguntas:
  • Você estudou muito sobre o comportamento da espécie? 
  • Sabe quais são suas reais necessidades? 
  • Você sabe realmente quais as medidas ideais para um ambiente adequado para gerbis?
  • Você sabe que tipo de ração eles precisam e se é necessário algum complemento? 
  • Sabe quais os melhores tipos de bebedouros para os gerbis?
  • Você sabe com que frequência é preciso limpar o ambiente em que eles vivem?
  • Você conhece todas as opções de forração, os prós e os contras de cada uma delas?
  • E se eles brigarem, você saberá o que fazer? 
  • Você tem um dinheiro reserva ou alguém que possa lhe ajudar financeiramente, caso precise levá-los ao veterinário ou comprar uma nova gaiola/caixa/aquário? 
  • Aliás, você sabe se há um veterinário especializado em animais exóticos na sua cidade, próximo a sua casa?
  • Conhece os tipos e a necessidade da apresentação entre dois gerbis?
  • Você sabe como manejá-los?
  • Já pesquisou sobre as doenças que comumente acometem a espécie?
  • Você viaja quantas vezes por ano? Há alguém responsável para cuidar deles enquanto você estiver fora?
Se você respondeu sinceramente e afirmativamente à todas essas perguntas, considere-se pronto para adquirir uma dupla ou mais gerbis. Mas lembre-se de não se acomodar, procure sempre por novas informações e mantenha contato com outros tutores. É sua responsabilidade garantir que seus gerbis tenham uma ótima qualidade de vida. Um gerbil só é feliz se está saudável fisicamente e emocionalmente.