GerbilECia no Insta

Filhote alimentado na mão desde o nascimento

Quem reproduz os esquilos da mongolia, de vez em quando se depara com casos de filhotes magros que não estão mamando direito, fêmeas com pouco leite, rejeição, etc. Aqui em casa eu sempre tenho esse tipo de problema por criar vários casais separados e ter várias ninhadas.

Vou mostrar agora o caso de um bebê que desde o primeiro dia de vida não conseguiu mamar. Ele quase morreu várias vezes, ficou super desnutrido, pequenininho, demorou para desenvolver, mas sobreviveu! Abriu os olhos e passou a comer sozinho, depois de 22 dias se alimentando apenas com leite desnatado na minha mão.


COMO DAR LEITE PARA FILHOTE DE GERBIL

• Use leite para desmame de filhotes de gato ou leite desnatado bem diluído em água.

• Não deite o bebê para o leite não entrar no pulmão dele. Mantenha o filhote na posição vertical, em pé.

• Use um pincel fininho ou fio dental para dar o leite.

• Não deixe o pincel com muito leite para não afogar o bebê quando der. De sempre de pouquinho em pouquinho para que o filhote consiga engolir tudo direitinho.

• Fique olhando a barriga do filhote para ver se o leite está aparecendo (mancha branca na lateral). Quando o leite aparecer na barriga, pare de dar a comida e espere algumas horas antes de dar novamente. Se encher muito a barriga do bebê ele pode morrer.

• Muito cuidado para não passar leite nas narinas do filhote! Ele precisa respirar e deve ficar com o focinho limpo e a boca desobstruída. Se ele não engolir o leite, passe o pincel na boca dele e retire o leite que não foi engolido.

A ninhada veio com vários filhotes e a mãe teve dificuldade para alimentar todos eles, ou não teve leite suficiente. Os filhotes nasceram todos do mesmo tamanho, mas já no dia seguinte deu para ver que um bebê de olhos pretos estava mais magro que os irmãos.



Como ele tinha uma marquinha de leite na barriga, eu não me preocupei, afinal estava mamando. Só que no mesmo dia à noite, quando fui olhar os filhotes vi que ele tinha emagrecido ainda mais e não estava com leite na barriga.



Peguei o leite desnatado bem diluído em água (uso o leite desnatado instantâneo em pó da Itambé, ele diz que tem várias vitaminas). Dei para ele essa aguinha de leite até aparecer a marquinha branca na barriga dele. Foi assim todos os dias seguintes.

Como eu estava dando leite desnatado, ele está na foto seguinte com a marca branca do leite na barriga, mas também dá para perceber que o filhote continuava com o cordão umbilical! A mãe não cortou o cordão umbilical do filhote e eu mesma tive que fazer isso depois.



Então eu fiquei dando leite para ele todas as noites quando chegava do trabalho. Ele se manteve vivo, mas os irmãos não pararam de crescer e ele foi ficando cada vez menor perto deles.



O certo seria dar o leite de 2h em 2h, mas eu passo o dia todo fora de casa e isso é impossível para mim. Sendo assim, ao longo dos dias ele emagreceu e se recuperou várias vezes. Essas fotos abaixo são de um dos dias em que o filhote emagreceu muito.



Além de ficar bem menor que os irmãos, ele estava desnutrido. A gente sabe que o filhote esta desnutrido quando a pele dele enruga e os ossos ficam aparentes. Na foto anterior dá para perceber, mas resolvi por outra foto mais de perto.



Decidi que apenas o leite desnatado não estava sendo o suficiente! Comecei então a por um pouquinho de polivitaminico no leite dele. Aparentemente as vitaminas ajudaram, porque o filhote recuperou parte do peso que tinha perdido e começou a criar pelos no rosto.



Nessa foto debaixo eu fiz um destaque para a marca de leite na barriga do filhote.



O engraçado é que apesar de não ter pelos e parecer um filhote bem novinho, ele já estava com 15 dias e super esperto! Corria, pulava, limpava o rosto, mas continuava pequeno e peladinho. Ooooo coisinha feia mais linda da mamãe. Hehe



Aqui eu tenho fotos comparando com um irmão Honey Cream. Desde o início eu sabia que ele era "ee", mas a certeza da cor ainda não posso ter enquanto não crescer o pelo que falta.



É surreal a diferença de tamanho entre eles. Mas o importante é que ele estava se mantendo vivo e sem desnutrir! Veja que ele já não tem ossos aparententes e rugas na pele.



Olha aqui como ele está gordinho!



E além de dar leite, eu também precisei limpar o bumbum dele, retirar as vezes secas (que o normal é os pais retirarem) e estimular com massagem para que ele defecasse e urinasse corretamente. Essas coisas são feitas pelos adultos, mas nem o cordão umbilical dele foi cortado, né? Simplesmente a mãe ignorou a existência desse bebê desde o início.



Apesar de engordar e está bem esperto, ele não pega a teta da mãe de jeito nenhum! Sempre vejo ela dando de mamar para os outros filhotes e esse afastado.



Aqui tem uma foto do bebê dormindo no meio dos irmãos enormes! Coisinha fofa e amassada.



E aqui tem ele e um irmão aos 20 dias de vida! Correndo e começando a abrir os olhos.



Ele já tem os dentinhos e eu comecei a oferecer ração extrusada Alcon Club amolecida com leite, mas ele não quis comer. Fiz então um leite desnatado com pó da ração Alcon (virou um leite de cor verde) e comecei a dar para ele, estimulando o desmame e na esperança de dar mais nutrientes para ele. Tive medo do leite não estar sendo o suficiente.



Com 23 dias de vida eu vi o filhote roendo uma ração! Ele agora está mais esperto também é já consegue pegar a tetinha da mãe e se agarrar ali (vejo ela andando e ele vindo pendurado na barriga dela). Ou seja, já está mamando e já começou a comer! Agora ele está engordando mais a cada dia!



Ele também começou a ter pelos no rabo e em um pedacinho da costa.



Aqui dá para ver o leite na barriga dele! É esse leite não fui eu que dei, ou seja, está conseguindo mamar bem sozinho.



Ele abriu os olhos, mas fica com eles fechados quase o tempo todo.





Essa foto é dele espertinho, correndo, pulando, brincando.



Mas de repente ele parou de ser tão esperto e começou a emagrecer novamente. Acredito que ele tenha resfriado por não ter pelos para se manter aquecido.



Pensei que ele tivesse morrido, porque estava enterrado no papelão e deitadinho de lado. Mas aí, ao pegar, vi que ele estava vivo e corri para dar leite.



Fiquei aquecendo ele com o ar quente da boca e vi que ele começou a se espertar. Acho que ele estava em um estado de letargia por frio.



Ele estava muito de mal humor com o pincel e por isso, comecei a pingar o leite com vitaminas no meu dedo e ele ficou tomando sozinho dali.



Só que um filhote nessas condições dificilmente sobrevive. Não por falta de comida, mas pela falta dos anticorpos por não mamar na mãe. Esse filhote nem sequer tomou o colostro (primeira mamada) e com isso, fica com a defesa e a imunidade muito baixas.


Texto e Fotos: Vivian Roncon