Pesquise Aqui!

Custom Search

Respeite o Blog!

O conteúdo aqui encontrado foi escrito por mim, com base em muito estudo, conversa com criadores brasileiros e estrangeiros, consultas com veterinários e com especialistas em roedores e animais exóticos. Nos meus artigos eu passo um pouco da experiência que adquiri desde 2003 criando esquilos da mongólia, então não roube o meu material, pois isso é crime. O intuito aqui é ajudar os gerbils e seus donos! ^_^

Extreme White - Rumpblack - Sls gene

Branco Extremo é a denominação dos gerbils coloridos com mais de 70% de branco no corpo.
Ele é alcançado cruzando gebrils com o gene Sls+ (Semi-dominante Letal Spotting)

Visualmente é um gerbil quase todo branco com um ou outro ponto de cor. Ele pode ter olhos vermelhos ou pretos já que a sua cor original pode ser qualquer uma.


Eles são muito diferentes e enchem os olhos de criadores profissionais e amadores, mas com uma despigmentação extrema desse jeito, problemas costumam surgir.

Como o branco extremo, muitos filhotes podem nascer mortos ou morrer pouco tempo depois, vítimas de um sistema imunológico frágil e anomalias.


Para evitar mortes e problemas genéticos, nunca se deve cruzar dois brancos extremos! Você pode cruzar um branco extremo com um mottled comum e então tirar filhotes de ambas as marcações.

Não são lindos? Lindos e super procurados em todo o Mundo!




ENTENDENDO O GENE Sls+
Semi-Domination Letal Gene

Um gerbil com o Sls possue alguma marca branca no corpo, que pode ser uma mão, um pé, a barriga, o queixo, a boca ou o babador. Ele é mais fácil de perceber em gerbils escuros e é mais comum em gerbils pretos. Uma característica dele é despigmentar algumas unhas, forma mais fácil de distinguir em gerbils agouti por exemplo.

Ele sozinho só deixa esta marquinha branca e se trata de um gene semi dominante. Se combinado entre si ou com o Sl+, ocorrem as mutações rumpblack e extreme white.

-=-
Sls+ Gerbils
Ao combinar o gene SlsSp, teremos um gerbil extreme white, portador do gene semi-dominate letal spotting e que pode trazer filhotes extreme white e rumpblack se cuzado com qualquer gerbil que tenha o Sls.

-=-
SlsSp Gerbils

Se um gerbil tiver o gene SlsSls, ele será um rumpblack. Deve-se apenas tomar cuidado com o excesso de despigmentação e os problemas que ela pode acarretar, como citados anteriormente.

-=-
SlsSls Gerbils

Confira mais sobre a genética Spotting neste post aqui!
Nele explico sobre curzas entre gerbils marcados e ninhadas!

Tradução, Adaptação e Texto: Vivian Roncon
Fonte  em Inglês e Imagens: http://egerbil.com/