Pesquise Aqui!

Custom Search

Respeite o Blog!

O conteúdo aqui encontrado foi escrito por mim, com base em muito estudo, conversa com criadores brasileiros e estrangeiros, consultas com veterinários e com especialistas em roedores e animais exóticos. Nos meus artigos eu passo um pouco da experiência que adquiri desde 2003 criando esquilos da mongólia, então não roube o meu material, pois isso é crime. O intuito aqui é ajudar os gerbils e seus donos! ^_^

Gerbil com Rabo Quebrado

Na natureza os gerbils precisam ter caudas longas para se proteger de predadores. Ela é feita para se partir facilmente justamente para que, caso um predador o segure pela cauda, ela se rompa e o gerbil escape. A pele e o pêlo da cauda do gerbil se solta, fazendo com que o pedrador se distraia e perca tempo o suficiente para que o gerbil tenha mais um dia de vida. Na vida selvagem, os gerbils são bem preparados para se curarem sozinhos, não sofrendo quase nada com uma cauda partida a não ser ficar com um rabo curto.



NUNCA CARREGUE UM GERBIL PELO RABO!

Muita gente faz isso sem saber que o rabo do gerbil se desprende do corpo e acaba passando por uma situação horrível e irreversível para o animal. Como eu sempre digo, só compre amais diretamente de criadores, pois nas pethops, além dele serem mais agressivos, os vendedores ó se preocupam em vender e passam informações completamente erradas, como dizer que é pela cauda que se carrega um gerbil.


Antes de comprar ou aceitar a doação de um animal você deve pesquisar o máximo sobre ele... Alimentação, cuidados, manias e o que se pode ou não fazer. Muita gente compra gerbils na petshop, chega em casa achando que eles são como ratos de laboratório, os carrega pelo rabinho e fica com as pele deles na mão.

Um problema super comum e totalmente evitável que tem várias causas: ficar preso numa gaiola, ou ser suspenso pela cauda. O rabo do gerbil é muito frágil, feito de ossos e definitivamente não aguenta o peso do animal. O rabo não quebra e sai inteiro na sua mão... O que acontece é que a pele se solta do osso e o rabo do gerbil é escalpelado. A pele corre, se soltando ou não, mas expondo o osso da cauda e liberando o sangramento.

ESSAS IMAGENS DE RABOS QUEBRADOS NÃO SÃO MINHAS!
FORAM RETIRADAS DO GOOGLE.COM SEM FONTE INFORMADA.

Osso exposto antes de cair.

Quando o rabo do gerbil quebra, ele nunca mais volta ao normal. O pedaço da ponta do rabo irá cair, deixando apenas o osso exposto que cairá após alguns dias, e ele ficará com o rabo curto, até o ponto onde este quebrou. Um gerbil cotó.

Em alguns casos, o rabo não chega a quebrar totalmente, mas apenas é lecionado a ponto da cauda não cair e ficar torta ou com um caroço no meio.

Cauda quebrada que não caiu
Isso se dá porque, ao carregar o gerbil pelo rabo, você estica as vértebras da cauda que nem sempre se encaixam da forma correta depois. Por isso, nunca se deve pegar um gerbil pelo rabo, nem mesmo pela base!!! Se você for comprar um gerbil em uma petshop e o vendedor pegar o bichinho pelo rabo, olhe muito bem o rabo do gerbil antes de comprar ou vá embora e procure uma petshop descente, que cuide bem dos animais.

O mesmo cuidado vale para crianças e pessoas má intencionadas, que podem querer carregar seu gerbil pela cauda apenas porque você disse que não pode. Lembre-se que gerbils não são animais para crianças!

Quando o rabo é quebrado e o pedaço dele cai, deixa uma cicatriz feia, sem pêlos, mas que não requer uma atenção maior do veterinário, a não ser que o machucado infeccione. Fora isso, você deve estancar o sangramento (que não costuma ser grande) e procurar um veterinário de roedores para que ele ministre algum remédio para diminuir a dor do gerbo. Você pode tentar pressionar uma gaze no local e depois passar um pouco de água boricada apenas para limpar o machucado. O osso exposto irá secar e cair em algumas semanas, geralmente o próprio animal rói até que ele caia, deixando um gerbil com rabo curto.



Na América do Norte, os veterinários são erroneamente ensinados a amputar a cauda (nunca permita isso!), ​​causando estresse considerável para gerbil e proprietário, para não mencionar o potencial de complicações ou de morte relacionadas à anestesia. Um gerbil não morre por perder a cauda, mas em 80% das vezes morre por ser submetido a uma cirurgia.

A cauda tem a função básica de equilíbrio. Dessa forma, com o rabo mais curto, o gerbil passará por um curto período de adaptação até conseguir o equilíbrio desejado novamente.

E lembre-se: NUNCA FAÇA UM TESTE.
Ao carregar o gerbil, que é gordinho e pesado, você pode simplesmente ficar com o rabo dele na mão enquanto o roedor cai no chão.

Estudo americano de como ocorre a queda da cauda.
O QUE FAZER SE O RABO DO GERBIL SOLTAR
  • Primeiro é importante estancar o sangramento, lavar e ter certeza que está limpo.
  • Troque a forração da gaiola e preferencialmente deixe ele uns 3 dias na gaiola sem nenhuma forração e dê pedaços de papel toalha para ele fazer um ninho limpo diariamente.
  • Quando o sangramento parar, você pode espirar rifocina ou outro antisséptico tópico... Apenas para evitar que o rabinho infeccione. Enquanto o machucado estiver aberto você pode continuar espirrando o medicamento
  • Depois disso, você pode procurar um veterinário especializado em roedores para que ele passe um medicamento para retirar a dor do gerbil e para ter certeza que não está infeccionando.
  • Em casos graves, como se o sangramento não parar ou se o machucado for muito grande, o veterinário deve ser  consultado no mesmo momento para evitar que o animal fique sofrendo e tenha complicações.
Aqui tem um vídeo ensinando o modo correto de se pegar um gerbil para evitar problemas como esse.


Texto: Vivian Roncon
Imagens: Retiradas da internet pelo Google.com