Pesquise Aqui!

Custom Search

Respeite o Blog!

O conteúdo aqui encontrado foi escrito por mim, com base em muito estudo, conversa com criadores brasileiros e estrangeiros, consultas com veterinários e com especialistas em roedores e animais exóticos. Nos meus artigos eu passo um pouco da experiência que adquiri desde 2003 criando esquilos da mongólia, então não roube o meu material, pois isso é crime. O intuito aqui é ajudar os gerbils e seus donos! ^_^

Filhotes Comidos

Não sabe o que eu estou falando quem nunca acordou de manhã e se deparou com esta cena.

 






As vezes a gente nem sabe que a femea já vai ter filhotes novamente e simplesmente encontra os pedaços de bebês devorados no fundo da gaiola/caixa.

Não é um hábito comum do gerbil comer os filhotes, mas quando isso acontece geralmente é a femea quem os come. Mas não fique com raiva dela e pense que ela é "má". Na maioria das vezes não é maldade e ela nem matou os bebês, apenas comeu.

Motivos para o canibalismo:

- Falta de Água - A mãe sacrifica um filhote para que os outros não morram sem leite... Então se o motivo for falta de água, a femea irá comer apenas um filhote e não vai atacar os outros.

- Filhote Defeituoso - Ela come o filhote que tem algum problema e não irá "vingar". Assim ela não gasta leite, tempo e energia cuidando de um bichinho que irá morrer em questão de dias. Parece injusto, mas se você pensar bem, é o melhor que ela pode fazer. Nesses casos ela também irá comer apenas o filhote com problema e não irá atacar os outros.

- Filhote Morto - As vezes o filhote simplesmente morre antes ou logo que nasce. A fêmea costuma comer para manter o ambiente limpo, afastando possíveis infestações por bactérias ou mau cheiro que possa atrair predadores. Ela come o filhote morto para limpar o lugar e acaba recuperando um pouco das energias que gastou com a gravidez e o parto. Então se o filhote morrer, deixe que ela o coma. É melhor ela pegar estas proteínas e vitaminas para si do que você jogar o bebê no lixo. Nesse caso ela irá comer todos os que morrerem... Se for um problema genético (sp+ + sp+) é possível que vários filhotes morram e sejam comidos.

- Alimentação Deficiente - Por falta de proteínas ou vitaminas, o gerbil chega ao ponto de sacrificar filhotes para não morrer. Independente do sexo, o gerbil irá comer quantos filhotes precisar para repor a nutrição.

- Estresse - Nesse caso qualquer coisa pode acontecer. Tanto as fêmeas como os machos podem virar canibais e podem comer todos os filhotes ou apenas matá-los.