Pesquise Aqui!

Custom Search

Respeite o Blog!

O conteúdo aqui encontrado foi escrito por mim, com base em muito estudo, conversa com criadores brasileiros e estrangeiros, consultas com veterinários e com especialistas em roedores e animais exóticos. Nos meus artigos eu passo um pouco da experiência que adquiri desde 2003 criando esquilos da mongólia, então não roube o meu material, pois isso é crime. O intuito aqui é ajudar os gerbils e seus donos! ^_^

Gerbils e Hamsters são soltos durante a CPI da Petrobrás

A notícia tomou o dia de hoje (09/04/2015) e todos os sites e jornais disseram que o manifestante, funcionário da Câmara, teria solto 5 "ratos" no plenário da CPI da Petrobras, em Brasília. Só que os roedores que causaram esse alvoroço de hoje, eram na verdade hamsters Sírios (pelo menos 2) e Esquilos da Mongólia (pelo menos 3). E os gerbils eram agoutis comum, pied e spotted, que carregam a genética da minha criação! 

Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados
O manifestante foi identificado como Márcio Martins de Oliveira e provocou um grande tumulto no plenário. Ele soltou ps 5 roedores durante a CPI da Petrobras, no momento em que o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto ia depor. 

Os seguranças da Casa correram para conseguir pegar os animais, enquanto várias pessoas gritaram e fugiram.  Márcio Martins de Oliveira, o manifestante, foi conduzido e levado pelos seguranças até a Polícia Legislativa para prestar depoimentos. A acessoria da Câmara disse que Márcio, que era funcionário da casa, foi exonerado do cargo que ocupada.
Os animais foram capturados, apreendidos e levados para o Departamento de Polícia Legislativa da Câmara. Nas fotos você vê o momento em que os seguranças da Câmara tentavam pegar os esquilos da mongólia.

Foto: Dida Sampaio/09.04.2015/Estadão Conteúdo
Dida Sampaio/09.04.2015/Estadão Conteúdo
COM QUEM FICARAM OS ANIMAIS
O deputado Ricardo Izar (do PSD-SP), que é presidente da frente parlamentar em Defesa dos Animais, pediu para ficar com a guarda deles, formalizando um pedido de adoção dos roedores à Câmara.
"Vou levar os ratinhos para o veterinário e eles irão para a minha casa", disse Izar ao G1.
Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados
Ricardo Izar falou sobre o processo e adoção:
"A gente está indo lá para fazer o requerimento, mandar para a diretoria da policia legislativa para eles liberarem os animais para a gente. Ai a gente fica com a guarda deles até acabar o procedimento administrativo. Por enquanto eles ficam aqui, eu acho que até o final do dia", disse Izar ao R7.
Foto: Gabriela Korossy/26.04.2014/Câmara dos Deputados
O Deputado conseguiu a tutela dos bichos até que o inquérito seja finalizado. Ele disse que um dos hamsters parece estar machucado, que provavelmente foi pisado ou chutado durante a confusão na CPI. O outro Sírio, os Gerbils e Ratos não aparentam ferimentos, mas também passarão por consulta veterinária. 
"O hamster está um pouco abatido. Não parece estar bem. Vamos analisar medidas para adotar, já que maus-tratos aos animais é crime", disse Izar ao G1.
Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

No final, o Deputado Ricardo Izar nomeou de "Dilma" um dos esquilos da mongolia.  Como eram 3 gerbils, o deputado Laudivio Carvalho (PMDB-MG) ficou com um e o Policial Legislativo Fernando Costa Araújo ficou com o outro. Fernando também ficou com o hamster sírio que não se machucou na confusão. 

O hamster sírio que se machucou ao ser pisado, está com uma das patas traseiras ferida e foi entregue para a Assessora Cláudia Guerreiro, que já cria três roedores em casa. Ela vai cuidar do hamster machucado até que ele se recupere totalmente e pretende levá-lo para uma escola de Brasilia que desenvolve projetos acadêmicos e onde sua filha estuda. Ele deve se tornar mascote da turma, que irá acompanhar seu desenvolvimento cuidando da forma correta.

“Os alunos vão observar o seu comportamento”, explicou Cláudia ao G1.

Então a adoção se deu da seguinte forma: 
• Deputado Ricardo Izar: 1 Gerbil
• Deputado Laudivio Carvalho: 1 Gerbil
• Policial Fernando Araújo: 1 Gerbil e 1  Hamster Sírio 
• Assessora Claudia Guerreiro: Hamster Sírio machucado

A Abrase ( Associação Brasileira de Criadores e Comerciantes de Animais Silvestres e Exóticos ) informou que o Gerbil, conhecido popularmente como Esquilo da Mongólia, é um animal exótico liberado para tutela no Brasil. Eles começaram a ser criados no País à cerca de 30 anos e apenas lojas especializadas e criadouros podem comercializá-los.

Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

GERBILS DA CPI ERAM PARENTES DOS MEUS
O triste disso tudo, é que EU sou de Brasília e aqui iniciei a criação dos Esquilos da Mongólia com marcação (malhados de branco). Como eu fui a primeira a ter um gerbil malhado em Brasília e começar a reproduzí-lo, TODOS os esquilos com marcação que existem em Brasília, são filhos, netos ou bisnetos de animais meus. A genética não deixa dúvidas. E os esquilos da Mongólia que existem aqui, não vieram de outros estados, porque sou que mando meus animais para os outros lugares. Em Goiás eles não existiam até eu mandar casais para algumas cidades, por exemplo. Também sempre madei Gerbil para Minas e Bahia. 
 
Todos são animais oriundos da minha genética aqui em Brasília e é justamente porque não vem nenhum Gerbil de outros estados para cá que algumas core não existem ainda. Todas as cores de Gerbil que existem no Distrito Federal, foram conseguidas a partir dos meuscruzamentos  estudados e acabo de iniciar a reprodução de genética ee! Daqui a alguns anos Brasilia começará a ter as cores de genética ee por aí, e a genética saiu daqui de casa pois eu tinha o gene recessivo escondido em um dos meus machos. Acabou de nascer a primeira ninhada de ee de Brasília! Agora falta apenas eu conseguir mottleds e genética gg que ainda não existe aqui, e siameses e burmeses, que estou bem perto de ter.

É triste demais ver que os descendentes da minha criação de esquilos da mongólia acabaram passando por tudo isso. Pelo menos espero que as pessoas que os adotaram sejam orientadas a criar os gerbos da forma correta. Quem sabe eles não vem aqui nos meus artigos descobrir como cuidar e conhecer um pouco mais a respeito da espécie, né? O que me preocupou foi separarem os gerbils, pois o veterinário pode ter instruído de forma errada que os esquilos vivem sozinhos como os hamsters.


Texto: Vivian Roncon
Imagens creditadas individualmente:
  • Luis Macedo / Câmara dos Deputados
  • Gabriela Korossy/26.04.2014/Câmara dos Deputados 
  • Dida Sampaio/09.04.2015/Estadão Conteúdo