Pesquise Aqui!

Custom Search

Respeite o Blog!

O conteúdo aqui encontrado foi escrito por mim, com base em muito estudo, conversa com criadores brasileiros e estrangeiros, consultas com veterinários e com especialistas em roedores e animais exóticos. Nos meus artigos eu passo um pouco da experiência que adquiri desde 2003 criando esquilos da mongólia, então não roube o meu material, pois isso é crime. O intuito aqui é ajudar os gerbils e seus donos! ^_^

Guia de Rodinhas + Como encapar a roda

Gerbils não são hamster nem camundongos. Por mais que os outros roedores consigam viver com rodinhas de ferro desencapadas, os esquilos da mongólia não conseguem! Para gerbils a roda precisa ser fechada e não de plástico, porque as de plástico eles roem em algumas horas. Muita gente usa as rodas de ferro por serem as mais baratas e comuns! As Silent Wheel são as melhores, mas são super caras. Então o povo compra a rodinha barata de ferro... E não tem problema em usar ela! Mas precisa usar encapada e no tamanho certo! Também não pode comprar roda pequena.
As rodas indicadas gerbil, são:

RODINHAS PARA GERBIL DE 16cm OU MAIS
- Silent Wheel tamanho G
- Roda de acrilico Percell externa para gaiola de tubos
- Roda de acrilico Percell com ventosa para aquários e caixas
- Roda de ferro maciço, sem grade
- Roda de ferro com a grade quadriculada
- Rodas de ferro com a grade encapada

Algumas rodinhas seguras vocês podem ver nessas fotos aqui! A Silent Wheel é a primeira. Depois temos uma rodinha de madeira (não recomendo porque fica com cheiro ruim de xixi), as rodinhas de plástico tradicionais, a roda de acrilico externa para gaiolas com tubos e uma rodinha de ferro que possui a grade quadriculada (não precisa encapar).







QUAL A DIFERENÇA DO GERBIL PARA OS OUTROS ROEDORES.
As rodas de ferro, aquelas que têm a grade para o roedor correr em cima, são um perigo para qualquer animal. Mas os problemas são menos frequentes com hamsters e camundongos. Acontece que os gerbils são grandes, gordinhos e pesados. Eles possuem uma diferença bem maior de tamanho entre as patas da frente e as de trás, possuem pés enormes e bracinhos minúsculos, bem diferente dos hamsters por exemplo. Sendo assim, a anatomia do gerbil faz com que ele ande e corra de forma diferente, não dando passos, mas sim dando pulinhos. E nas rodinhas, eles praticamente não correm... Eles ficam pulando muito rápido, por isso se machucam COM MUITA FREQUÊNCIA. Por isso a rodinha do gerbil também não pode ser menor que 15cm. Se eles forem filhotes, podem usar uma roda de 14cm, mas para adultos o correto é 16, 17cm. Se a roda for pequena o gerbil não consegue pular e fica batendo a costa no ferro central! 

Olha só esse exemplo aqui que eu achei no Instagram: além da rodinha ser de ferro e desencapada, ela é minúscula! Não precisa ser muito esperto pra ver que esse gerbil não cabe naquela rodinha!!! Isso sem falar que tem TECIDO no aquário... Eles não podem roer tecido, mas nem vou entrar nessa questão.



COMO OCORREM OS MACHUCADOS NA RODA?
Quando estão correndo/pulando na rodinha, os gerbils podem prender o rabo ou as patas nas grades. A força que eles estão fazendo para a rodinha girar, irá fazer ela girar com a pata ou rabo dele preso nela, fraturando ou arrancando na mesma hora. SEMPRE são acidentes muito feios, porque eles correm bem rápido e são animais pesados. Aqui tem fotos de gerbils correndo risco de vida... Não consigo nem olhar imagens assim.



SE PRENDER O RABO: O rabo geralmente nem quebra, já é arrancado fora na hora. Você chega em casa e encontra um gerbil sem rabo, ou com apenas metade dele, ensanguentado, e o pedaço de rabo arrancado caído no fundo da gaiola / caixa. Se demorar muito para descobrir o acidente, os próprios gerbils podem comer o pedaço do rabo que foi arrancado. E o gerbil que se machucou tende a roer a pontinha de osso que ficar no rabo dele para que ela caia e a cauda possa cicatrizar. Se o rabo (po muita sorte) não arrancar é apenas quebrar, ele pode apenas ficar torto onde quebrou, com aparência de S, ou ele irá cair separando o de foi a fratura. Se o rabo não for arrancado, mas a pele for e ele ficar apenas na carne sem pele, esse pedaço de rabo que ficou na carne irá secar e cair. Em quase todos os casos o gerbil vai ficar sem cauda. O esquilo não vai morrer porque perdeu o rabo! Vai viver normal e pode apenas ficar um pouco sem equilibro até se acostumar. Se isso aconteceu com um de seus animais, de uma olhada na postagem específica sobre "rabo quebrado" aqui do blog.

SE PRENDER UMA PATA: Ai o caso é MUITO mais sério. Pode levar até à morte do animal. A pata que prendeu pode apenas machucar ou pode fraturar feio. Se só machucou, logo o gerbil fica bem. Mas se fraturou, de forma exposta ou não, o animal não vai conseguir andar nem agir normalmente. O osso quebrado pode se soltar e perfurar os órgãos dentro da barriga do gerbil, geralmente perfuram o intestino pela proximidade com as patas traseiras, causando uma hemorragia interna é uma infecção seríssima irreversível, o animal morre em pouco tempo. Se o osso fraturado não perfurar nenhum órgão, provavelmente irá causar um abcesso na pata, inchando e dando a aparência de uma bola gigante. Causa pus, dor e a infecção também mata o animal. No caso de fratura de pata, NÃO TEM COMO IMOBILIZAR OU POR GESSO! A pata é pequena, ele se mexe demais é muito rápido e nenhum veterinario vai conseguir imobilizar o osso. Alguns veterinários até podem tentar, mas nunca conseguem. Em casos de fraturas, onde o gerbil arrastar a pata, não conseguir andar direito ou ficar mexendo a pata de forma errada, o veterinário deve AMPUTAR a patinha dele. Ele vai sofrer alguns dias sem pata até se adaptar, mas depois vai viver como um gerbil comum! Alguns veterinários, com preguiça de amputar a patinha, sugerem a eutanásia, mas ela é totalmente desnecessária! Basta tirar a pata quebrada e o gerbil terá uma vida normal. 

O importante é: quebrou pata, corre pro veterinário! Não é justo como animal nem honesto você deixar ele sofrer 3 dias com dor para morrer de infeccao, ok? Seja honesto e digno com seu animal! Ele não pediu pra você pegar ele para criar... Agora que você pegou, seja responsável.


VALE A PENA CORRER O RISCO?
Apesar de saber de tudo isso que pode acontecer, muita gente INSISTE em usar rodinhas de ferro desencapadas! Eles só acreditam que tudo isso é verdade quando acontece com eles. 
E ai? Vale a pena ficar com o seu amigo morto, sem rabo ou sem pata porque não quis gastar 5 minutos pra encapar a porcaria da rodinha??? Eu sempre digo pra todo mundo: não quer encapar rodinha, não quer gastar dinheiro comprando rodinha segura (silent wheel, roda de acrilico, disco, etc), é melhor deixar sem roda! É preferível deixar os gerbils sem rodinha e seguros, do que com uma rodinha assassina! Por favor, entendam isso!

Veja esse exemplo encontrado no Instagram... Não coloquei o nome da proprietária para preservar ela. O gerbil vive SOZINHO em uma gaiola minúscula, com alimentação errada, com uma rodinha de ferro desencapada e sem rabo porque "sofreu um acidente". Serio? Perdeu o rabo na rodinha com certeza... Mas mesmo assim a rodinha de ferro continua lá e continua desencapada... 


Me dói o coração toda vez que eu vejo uma foto de gerbil em caixa, aquario, gaiola ou gerbilario com rodinha desencapada... Quero morrer de desespero. Essa foto em especial é do instagram e o usuário da dona está marcado na foto. Animais lindos... Mas que podem ser mutilados a qualquer momento por essa roda.


E assim como ela, vários outros donos mantém os animais da mesma forma.



COMO ENCAPAR RODINHA PARA GERBIL
Você precisa fechar a grade o de o gerbil pisa para correr! Existe, várias opções super baratas e fáceis para fechar essa grade e deixar a roda segura: esparadrapo, plastico de garrafa pet, plastico de pasta escolar, tela de arame... Algumas pessoas usam até mesmo durex! Mas ai eu não recomendo, porque o durex pode fazer mal se eles roerem, enquanto o esparadrapo gruda melhor, é mais difícil de tirar e não faz mal.










Eu sempre gostei de usar esparadrapo. É mais rápido de encapar, é seguro e os gerbils odeiam roer ele. Se por acaso eles roerem, é só tirar o velho e por um esparadrapo de novo, ou passar uma camada extra de esparadrapo.

Essa foto é minha, bem antiga, e tem a rodinha lá atrás encapada com esparadrapo.


Para encapar a rodinha com plástico duro, como o de garrafa pet ou o de pasta escolar, é preciso cortar ele do tamanho certo e ir passando a tira de plástico por dentro e por fora das grades. Assim o plástico fica preso ali e o gerbil tem o de apoiar os pés para dar impulso na hora de correr. No final, você prende a pontinha do plástico com esparadrapo.
NUNCA USE COLA! 
Atualmente eu só uso rodas de acrilico percell externas. Elas são ótimas, eles não conseguem roer, não se batem e não tem onde prender rabo ou patinha. Ela prende na saída do tubo, mas você pode fazer um buraco na caixa organizadora para prendê-la Seguem algumas imagens das minhas rodas.





AQUI TEM UM VÍDEO MEU ENSINANDO A ENCAPAR A RODINHA PARA OS GERBILS NÃO SE MACHUCAREM!


Texto e Vídeo: Vivian Roncon
Imagens: Vivian Roncon e Instagram