Pesquise Aqui!

Custom Search

Respeite o Blog!

O conteúdo aqui encontrado foi escrito por mim, com base em muito estudo, conversa com criadores brasileiros e estrangeiros, consultas com veterinários e com especialistas em roedores e animais exóticos. Nos meus artigos eu passo um pouco da experiência que adquiri desde 2003 criando esquilos da mongólia, então não roube o meu material, pois isso é crime. O intuito aqui é ajudar os gerbils e seus donos! ^_^

Apresentação de Esquilos da Mongólia em vídeo e fotos - COMPLETA


A apresentação completa está aqui em vídeo para ajudar quem tiver dúvidas! Também vou colocar toda ela em fotos explicando o que aconteceu passo a passo com meus esquilos da mongólia aqui no artigo. Espero que gostem!

----------------------------------------------------------------------------------------------

----------------------------------------------------------------------------------------------


APRESENTAÇÃO PASSO A PASSO EXPLICADA EM FOTOS

MACHO - Cor Sapphire


FÊMEA - Cor Black


Os dois são jovens. O macho estava com uma fêmea idosa que nunca cruzou com ele é que acabou morrendo pela idade. Como ele ficou viúvo resolvi apresentá-lo a está fêmea que é do meu marido. Ela é a única filhotinha black que já nasceu aqui em casa e é bem pequena. Ficou bem menor que os irmãos. Nunca cruzou nem ficou com machos. É mansa, mas é super ativa e agitada. Ela é bem menor que o macho.


Acredito que eles não me darão trabalho na apresentação porque são bem mansos, mas vou fazer todos os passos e detalhar eles aqui nessa postagem e colocar em vídeo no final para tirar todas as dúvidas que houverem!

Vamos lá


PRIMEIRO DIA

1 - Você vai precisar de uma caixa ou aquário para fazer a apresentação. Eu vou usar essa caixa organizadora pequena. Ela tem só 20 litros e está com areia de gato limpa, sem o cheiro dos gerbils. Misturada à areia eu deixo sempre algumas sementes ou petiscos.


2 - Você deve ter uma grade para dividir a caixa e separar os gerbils. Eu vou usar uma grade que era um separador de gaiola de canários. Não vou prender a grade nas paredes da caixa porque eu não vou colocar os gerbils para morarem aí por alguns dias. Vou usar a caixa para fazer a apresentação por algumas horas por dia e depois separar. Se você pretende deixar os gerbils vivendo separados pela grade por vários dias até juntar, as grades devem ser presas com esparadrapo nas paredes da caixa, pois eles irão forçar até conseguir tirar a grade do lugar. Eu não prendi porque só vou deixá-los em apresentação quando eu estiver olhando e segurando.


3 - Só que a minha grade é grossa e se o gerbil quiser morder o focinho do outro através dela ele consegue. Então eu vou colocar uma outra gradezinha no início, só para garantir que eles não terão os focinhos mordidos. Se eles ficarem calmos eu retiro a segunda grade e deixo só essa primeira mesmo. 


4 - A caixa não foi dívida bem no meio, então primeiro vamos observar quem é mais agressivo e o mais agitado deverá ser colocado no espaço menor da gaiola. Ele deve ser colocado no espaço mais apertado das grades. Para testar inicialmente, coloquei o macho no cantinho, afinal ele é maior e um ataque dele seria mais feio.


5 - Depois que o macho já está preso no canto, eu coloco a fêmea da outro lado da grade.


6 - Logo de cara a fêmea black mostrou que quem daria problema seria ela.


7 - Pulando desesperada, querendo fugir, passar por baixo da grade, roendo, cavando... Ela queria passar de qualquer jeito para o lado do macho que não estava nem aí. O macho Sapphire só queria saber de revirar a areia de gato calmamente. Repare que eu estou segurando a grade já que ela não está presa nas paredes da caixa! Como ela não tem tampa também, é preciso ficar de olho para que a fêmea pulona não passe pro lado do macho.


8 - Depois que a fêmea se cansou um pouco de pular e cair, pular e cair, pular e cair, troquei eles de lugar. Muita calma quando for fazer a troca pra não ocorrerem brigas! Pegue um deles, retire da caixa, mude o outro de lado, pegue o que estava fora da caixa e devolva para o novo lado.


9 - Agora, presa no lado menor da caixa, a fêmea agitada fica mais contida e é obrigada a se acalmar um pouco. Repare que o macho roe as grades, mas ele não está desesperado. Ele não rói como se quisesse atravessar as grades para atacar a fêmea. 


10 - Resolvi usar um utensílio velho aqui de casa que funcionou muito bem! A grade de uma antiga fritadeira que foi jogada fora. Resolvi usar a grade como se fosse uma gaiola. Como o metal é quadriculado eles não tem como se morder através da grade. 


11 - Também joguei um pouco mais de petiscos na areia do fundo, para que eles se distraiam comendo. E prendi a fêmea enlouquecida de agitada. Como é só uma grade leve, é preciso ficar segurando com a mão para que ela não levante e se solte.


12 - Deu super certo. Aqui tem um dos poucos momentos em que ela parou de cavar e começou a cheirar o macho. Ele está super tranquilo, por ele a apresentação já poderia ser feita.



13 - Troquei os dois de lado para ver se a fêmea fica mais calma solta na gaiola. Preciso que ela demonstre calma para tentar uma apresentação.


14 - A fêmea black continuou querendo pular pra fora da caixa. Ela não sossega um segundo! Mas pelo menos eles em nenhum momento durante a apresentação tentaram se atacar através das grades. O que é um sinal maravilhoso. E o machinho se mostrou um fofo desde o início.


O macho já está pronto, a fêmea ainda não está pronta, mas já está mais calma em relação ao macho. Não adianta tentar juntar ainda, pois a fêmea pode bater nele depois. É melhor esperar mais um ou dois dias e apresentar sem riscos! Dei um intervalo de algumas horas pra não estressar muito os animais.


INTERVALO DE ALGUMAS HORAS

1 - Fiz a mesma coisa que antes. Primeiro com a fêmea presa até ela ficar bem calma.


2 - Depois eu soltei a fêmea para ver a reação dela.


3 - Então eu fiz a nova técnica, usar a forração suja e o papelão com xixi da gaiola deles. Coloquei um pouco da forração com xixi do macho no lugar onde a fêmea está para ela sentir o cheiro. Na foto dá pra ver os dois se cheirando e o papelão picado dentro da grade com a fêmea. Esse papelão eu retirei da gaiola do macho.



4 - Depois de deixar eles bastante tempo assim, a fêmea ficou bem tranquila e parece que já estava se acostumando com o cheiro do machinho Sapphire. Troquei os dois de lugar.


5 - Repare que a fêmea está mais calma e até pensa em dormir enfiadinha ali no canto. Ótimo sinal, porque significa que ela está tranquila com a presença do macho.


Decidi fazer a apresentação em 2 dias. Eu poderia tentar juntar hoje, mas como esquilos da Mongólia são animais imprevisíveis eu prefiro não arriscar. As vezes você junta, parece que está tudo bem e depois de pouco tempo eles começam a brigar feio. Para evitar esse tipo de coisa apenas uma apresentação calma e sem pressa! Por isso vou esperar mais um dia e deixar eles se conhecerem bem antes de forçar a aproximação. Retiro eles da caixa e deixo eles dormirem nas suas gaiolas separados. Amanhã vou tentar o primeiro contato direto!


SEGUNDO DIA

1 - Como os gerbils já estão em um nível legal de entendimento e não tentaram se morder até agora, vou tentar colocar eles apenas com aquela grade dividindo a caixa. Aquela grade larga, que permite que eles se mordam. Só não junto logo de cara porque eles dormiram em gaiolas separadas! Se tivessem dormido na caixa com a divisória eu já podia tentar juntar.


2 - É importante ter algo na mão para separar caso eles mordam o focinho um do outro. Eu uso uma escadinha de metal ou um pedaço de papelão. Veja que a situação é bem tranquila. 


3 - Resolvi trocar de lado e eles se cheiraram bem carinhosos. Pronto. Posso tentar juntar os dois. #MEDO hehe


4 - Eu nunca ponho os dois frente a frente. Eu fico com alguma coisa na mão para separar e com a outra não seguro essa grade. Vou levantando a grade e deixando eles se cheirarem por baixo dela. Conforme eles correm eu mexo a grade acompanhando eles. Vou deixando eles se cheirarem através da grade e apenas quando eles estiverem se cheirando sem muita empolgação é que eu tiro a grade.


5 - Isso porque pra ter certeza do sexo do outro gerbil um deles sempre fica querendo cheirar o bumbum do outro. E ele faz isso empurrando e levantando o outro! É bem chato e perturbador. Morro de medo do gerbil que está sendo cheirado se irritar. Então enquanto um deles estiver desesperado pra cheirar o bumbum do outro eu seguro a grade. Quando param a cheiraração eu deixo eles quietos mas com a escadinha de grade ou papelão na mão pra separar no menor sinal de briga! Olha aí o macho "conferindo" se a pretinha é fêmea mesmo... Rsrs


6 - Apesar da agitação da fêmea e da calma do macho durante toda a apresentação, na hora de juntar eles me surpreenderam. A fêmea ficou super quieta, ignorou o macho, e ele ficou enlouquecido cheirando o bumbum dela. Na foto abaixo tem a fêmea no cantinho da caixa e o macho na frente dela pedindo carinho... Cabeça baixa, olhos fechados e orelhas para trás. Ele apaixonou nela. Ficou louco pela mulata hehe


7 - Mas como todo dono de gerbil sabe e como todo futuro dono de gerbil deve saber, a apresentação não acaba aí. Agora é preciso observar esses dois até eles dormirem juntos para se ter certeza que está tudo bem, que a apresentação deu certo e não existirão brigas futuras. Olha os dois depois que pararam de se cheirar! Não consegui foto deles dormindo, mas dormiram só horas depois...


8 - A caixa organizadora que eles vão morar estava sendo feita por mim e por isso o lar de recém casado dos Esquilos da Mongólia ficou sendo um bioterio. Mas apenas por dois dias! Tempo de colocar a grade na tampa da caixa apenas. Eu deixei no bioterio a forração suja da gaiola do macho! Como ele está louco pela fêmea, assim não corre o risco dela recusar ele.




Texto, Fotos e Vídeo: Vivian Roncon